domingo, 22 de março de 2015

Cativar

E se a gente conseguisse cativar todas as pessoas que nos cativam?
Quantos sorrisos a mais seriam sorridos, quantos amores teriam sido vividos, quanta felicidade a mais teríamos tido. E as experiências adquiridas?  E as expectativas não seriam mais combatidas.  Mas quanto valor daríamos para a conquista?  E será que seria uma boa conquista?  E talvez seja melhor não cativarmos quando queremos, e sempre que queremos.  Quanto aprendizado seria perdido? Quanto medo ficaria sem ser combatido. E a coragem não seria necessária. E avaliar melhor ou pior, como seria?
Acho que eu não queria,  mas tanta confusão e bagunça também não sei se é bom.  O quanto as pessoas perdem quando não cativam quem gostariam, o quanto elas não se deixam abater e acomodar?  E tudo isso também não atrapalha o processo seletivo? E eu nem sei se esse alguma vez precisaria ter existido? Quanta contradição pra um mínimo pensamento de domingo...

segunda-feira, 16 de março de 2015

Senso comum

Sabe essas frases senso comum?  "Não chora que não adianta.", "Com o tempo passa. ", " Se não deu certo é porque ainda não acabou. " , " O que tiver que ser será. ", " O futuro a Deus pertence. " PAREM, POR FAVOR PAREM.  Chega de depositar o seu futuro,  a sua dor, ou a sua alegria na mão do acaso. Se der certo o mérito é seu e se der errado a culpa é sua. Dói mais,  eu sei, mas às vezes é necessário que doa, que machuque, que se sinta na pele o quanto a falta de determinação,  de coragem ou de vontade podem te fazer cair. É necessário se olhar no espelho e apontar o dedo para o real culpado de tudo que acontece na sua vida: você.

quarta-feira, 11 de março de 2015

Demais

É que eu te amo demais pra conseguir ser indiferente e tenho medo demais pra conseguir agir decentemente, daí faço um meio termo confuso e de nada me serve.