sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Voe

Eu sempre quis voar e voar nessa vida é sonhar, arriscar, ser intenso, doar, amar e nunca se contentar ou se conformar. Voar é ser inquieto e buscar conhecer o mundo, o mundo das pessoas que nos são importantes, o mundo ao nosso redor, o nosso mundo interior. Voar é ser super herói de si mesmo e saber que sempre pode mais e transmitir pro universo que nos não podemos nos acomodar. Quando você se acomoda você passa um mal exemplo pra quem te admira. Se seus filhos ou amigos te vem como exemplo e você tem sempre as mesmas atitudes, viaja sempre pros mesmos lugares.. você ensina pras pessoas que elas podem ser acomodadas também. Se você quer ver as pessoas ao seu redor sendo heroínas de si mesmas, alçarem novos voos, você precisa alçar novos voos. Se você mostra que se contenta em não ser feliz, as pessoas ao seu redor acreditam que está tudo bem em não ser feliz.
A vida oferece oportunidades, mas não todos os dias, saiba aproveitar, as portas fecham com o tempo. Se quer, arrique, sempre dá certo porque erros e acertos são aprendizados e essa é a nossa missão. 
Pessoas podem ser eternas na nossa vida sim, se elas nos fazem feliz e estão felizes conosco, só assim. Mantenha por perto só quem te motiva, torce e se importa com você. 
Faça coisas que gosta, se te podam, repense, pessoas que te valorizam ficam felizes de te ver fazendo o que gosta.
Aceite que as relações têm começo, meio e fim e  duram o tempo que devem durar. Não estrague suas memórias boas tentando consertar o que não encaixa mais, valorize suas boas memórias. 
Se o presente está bom, mantenha. Se não está, siga em frente. Além disso, as pessoas com quem você convive também merecem a oportunidade de começar de novo se quiserem. Deixar partir é uma prova de amor única se vemos que o outro não está mais feliz conosco. 
Não deixe a gratidão ser uma prisão, as pessoas dão o melhor de si e recebem de volta, você não tem o compromisso eterno de estar ao lado delas porque elas lhe fizeram o bem, apenas retribua.
E por favor cuide, tenha muito cuidado com a estabilidade ela pode ser muito confortável e conforto demais é feito sofá macio, nos faz ficar imóveis e afundar. Conheça seus limites e se desafie, você tem um coração pulsando no peito, você sempre pode recomeçar, correr, viajar, arranjar um tempo pra compartilhar com quem gosta. Seja inteiro!
Me prometa ser super-herói de si mesmo e voar, colocar fora o sofá em que você se afunda e botar sua capa de herói, sair transformando todos os mundos em que você vive em algo melhor!

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Ao mais sincero amor

Aceitar que é livre pra partir e querer sobretudo que seja feliz.
Ser capaz de sorrir do sorriso do outro.
Entender que cada pessoa tem seu caminho e simplesmente querer dar o melhor de si pra ver o bem acontecer.
Me sinto linda e feliz comigo mesma de ter tido a oportunidade de amar assim

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Ela ao menos foi ela

E olhando pro chafariz talvez tenha chorado mais do que ele é capaz de suportar. As lágrimas têm sempre o mesmo gosto de esperança perdida e certezas dolorosas. Quando o choro cai fácil é feito lago em enchente, qualquer gota a mais faz transbordar. E quem diria que com o tanto que evoluiu ainda era capaz de sonhar e se afundar em si mesma, em sentir dor como uma adolescente que ama pela primeira vez. Quem diria que se deixaria suscetível a dor e ao amor de novo. Se ao menos pudesse colocar na balança e dizer que valeu a pena. Se ao menos entregasse amor com os olhos e recebesse de volta. Se ao menos, ao menos tivesse mais que promessas, se ao menos dessa vez fosse capaz de se satisfazer com ao menos alguma vez alguma coisa que sempre foi menos do que o que um dia sonhou. Ah se pudesse se contentar com menos do que acredita merecer, ao menos.

Ela ao menos sentiu, ao menos depois de todas as dores foi capaz de se permitir tentar de novo, ao menos se deixou entregar, viver, sentir, beijar, ser de verdade. Ao menos se deixou ser linda e transparecer a sua essência em todas as vezes em que ela quis entregar amor e teve portas fechadas ela continuou se permitindo ser linda. Ao menos fez o que queria, entregou amor com o coração aberto. Ao menos pela primeira vez não se contentou em ser menos do que inteira e completa e dar tudo de si!

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

"Podem me tirar tudo que tenho, só não podem me tirar as coisas boas que eu já fiz pra quem eu amo"

Talvez essa frase seja a que melhor ilustra minha vida. Por tantas vezes eu me entreguei, por tantas vezes eu me deixei acreditar ou iludir, e uma coisa é tão próxima da outra, a fé e a ilusão se usurpam com muita facilidade. Eu sempre dou o melhor de mim, o que de melhor eu tenho pra todas as pessoas com quem me envolvo. Acredito que a gente só deve se propor a entrar em algo se for pra mergulhar mesmo. E é claro que eu sempre saio aos pedaços quando as coisas acabam, a gente espera  receber amor quando dá amor. Quando a gente da as mãos, compartilha dores, sonhos, palavras e sentimentos a gente espera essa mesma doação, espera reciprocidade. Talvez o meu maior erro e a minha melhor qualidade seja esperar que as pessoas tenham a coragem que eu tenho, de não se importar com os obstáculos e se atirar de cabeça quando vê que é isso que o coração quer. Essa sede que eu tenho de ser feliz e a consciência de que isso pode me machucar, mas sempre será a melhor escolha eu dar o melhor de mim a quem eu sentir que me desperta os melhores sentimentos.

"Mas e se quiserem te machucar?", "E se tu não for tão importante para os outros quanto eles são pra ti?" . -Toda vez que eu mostro o meu melhor e convido as pessoas a ficarem, quem perde indo embora são elas. Talvez seja prepotência minha pensar assim, mas é tão difícil encontrar pessoas que gostem da gente e nos abracem do jeito que somos por dentro e por fora que tenho muito claro pra mim que é uma perda incalculável a de partir sem viver o amor que eu tenho pra dar. No fim das contas, precisa de muito mais coragem do que pra ficar, do que pra lutar por mim, mas as pessoas não costumam pensar tanto antes de se acomodarem com o pouco que a vida está acostumada a dar.

quinta-feira, 8 de junho de 2017

A vida pela minha inocência.

Se tem uma coisa que eu tenho saudades é de não pensar tanto. De não ter a percepção tão aguçada pra maldade do mundo. Eu sinto uma falta tão grande dos meus sonhos, e de acreditar que existissem pessoas boas e legais por aí. E de acreditar que alguém seria capaz de ser pra mim.