quinta-feira, 31 de março de 2016

Sábado de Aleluia

Fica aqui minha sincera sugestão de reflexão para quem acredita, ou não, que hoje seja um dia destinado à reflexão: ando pensando muito sobre o quanto estamos nos polarizando e brigando sobre tudo. Quem sabe eu esteja me assustando a toa, mas acredito que não seja, de fato, em vão. Vejo que as pessoas passaram muito tempo cedendo, aceitando as coisas da maneira como sentiam que era imposto e agora chegaram em seus limites, ou ainda que na sociedade atual haja a necessidade de se mostrar de que lado está para fazer parte dela.
Sinto que há cada vez menos união entre as pessoas por motivos saudáveis e amigáveis. As pessoas estão se unindo como exércitos,  para terem aliados na 'guerra', guerra esta que estão travando entre pessoas próximas, porque há uma dificuldade enorme em entender as diferenças. Não, eu não disse aceitar, relevar, ceder, disse entender.
Temos que entender a sociedade e falo por mim também, entender que as diferenças existem e nos atacarmos não as faram sumir, ninguém mais está disposto a ceder. O ataque ao próximo só fará aumentar e alimentar sentimentos de rancor, vingança e acentuar os extremos e trazer tudo o que o extremismo é capaz.