quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Último dia

É o último dia do ano e que prazer me dá olhar tudo que postei agora e ver o quanto evolui. Foi um ano bom, ótimo,  consciente e feliz.  Há coisas a se ajeitar e isso só torna tudo mais incrível porque viver nada mais é do que o eterno desafio de se superar. Observei nas postagens o quanto eu falo do "teu sorriso", "da tua voz", da tua opinião, e isso sem dúvida é algo que se tenha para consertar,  se pode amar e se deve eu diria, mas, com certeza, a si mesmos primeira e prioritariamente.
Ao longo do tempo em que escrevo textos aqui aprendi que o amor é brm diferente daquele no qual acreditei sentir tempos atrás,  o amor não faz chorar, não faz sentir dor, o amor é conforto, é segurança, é uma alegria de dentro pra fora, é uma das mais singelas formas de chegar na felicidade!  Aquilo que eu dizia ser amor, era tudo menos isso, era a minha imaturidade querendo que fosse amor, era a pressa em se viver tudo de uma vez só,  uma intensidade forçada que provocou uma dor com a qual eu não sabia lidar. Pois bem,  aprendi,  tive de aprender, de súbito,  a me reconstruir,  a colar cada partezinha de mim no devido lugar, sem dúvida acabou por ser algo construtivo.
Que venha 2016, e me enlouqueça,  tenha mil e um desafios e que no fim das contas eu vença todos eles e conquiste todos os meus objetivos para esse ano, aprendendo cada dia mais e mais a viver essa linda e incessante jornada!

terça-feira, 26 de maio de 2015

Eu acredito

Eu só queria te dizer que eu acredito.  Que eu acredito em ti e na vontade que tu tem de lutar pelos teus sonhos. Que eu acredito no teu coração e na pureza dele.  Que eu acredito no teu futuro e no tei sucesso.  Que eu acredito que tu dê tru melhor em tudo e vá melhorar sempre.  Que eu acredito..
Acredito que eu possa ficar sempre a teu lado, e que a gente poderia ter um futuro lindo juntos e que todas as vezes que eu converso contigo eu fique sorrindo sem parar!
Eu acredito que tudo o que há de lindo em ti tenha me feito acreditar de novo no amor!!

quinta-feira, 14 de maio de 2015

Imagina só, ser o que quiser

Já pensou que louco se a gente pudesse dizer tudo de bom que queremos para as pessoas sem que elas mudassem com a gente ou algo assim?

Algo como, preciso te dizer que tu é lindo demais pra andar solto por aí,  mas não eu não tô querendo nada além de te dizer isso.

Ou acho que a gente formaria um casal fantástico,  mas eu não vou ficar estranha contigo se tu não concordar,  foi um pensamento que surgiu e já se foi.

Ou então, honestamente,  eu não gosto da tua voz,  mas no fundo isso não importa porque o que tu fala compensa e isso não tem nenhuma intenção além de dizer que tu tem conteúdo, mas a tua voz é um porre.

Sério, não entendo o que seria tão chocante em simplesmente ser, só sei que bem lá no fundo não se pode ser exatamente quem se é!

sexta-feira, 24 de abril de 2015

É sobre falar com os olhos. Sobre sentir e guardar dentro de si com uma intensidade inexplicável toda vez que eu olhar pra ti. É sentir que mergulho num oceano quando eu olho no teu olho e ao mesmo tempo ter certeza de que tu fala o mínimo com medo de que as pessoas vejam o teu mundo e quão frágil e lindo ele é.

quarta-feira, 22 de abril de 2015

Sobre ser sempre uma criança. E nunca se cansar dos sonhos,  de ser imprevisível e de viver.

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Você acha que uma pessoa inteligente é uma pessoa que tem certeza de quem é?  Mas se ter certeza das coisas é um pensamento limitado, uma vez que há uma infinidade de outras visões para se pensar,  não seria uma pessoa confusa uma pessoa inteligente?  Ao menos estaria ela questionando quais as verdades e se há de fato verdades, mas e questionar e a certeza de que se há de questionar não seria uma tolice?

quinta-feira, 16 de abril de 2015

Saudade

Saudade de simplesmente poder presenciar tu sendo tu mesmo.  Saudade de te ver livre ali, tão perto, tão longe,  fazendo tudo aquilo que tu sabe fazer de melhor,  viver cada momento como se nada mais houvesse. Como se todas as minhas preocupações não fizessem sentido, porque perto de ti, na verdade não fazem!  Saudade do teu sorriso,  que era feito um abraço pra mim,  era confortável,  completo e de verdade!  Saudade. .

terça-feira, 14 de abril de 2015

Quanto mais eu conheço outros caras,  mais eu tenho certeza de que tu é o certo!

quarta-feira, 1 de abril de 2015

Eu não sei o porquê

Eu me importo contigo de uma maneira bizarra,  eu chego em casa e penso em simplesmente te perguntar se está tudo bem.  Eu gosto de te ter por perto e de ter o prazer indescritível de te ver sorrir ou melhor ainda te arrancar um grande riso. Eu me importo se fiz tudo da melhor maneira possível,  me importo em te deixar livre e em te mostrar o quanto eu me importo e eu me importo tanto contigo que eu me atropelo e fico sem graça, sem ação e reação e sem a menor noção também,  às vezes tímida demais,  às vezes espalhafatosa e no fim tu é a única pessoa que tem a honra de me ver exatamente como eu sou, com todas as minhas loucuras,  medos e imperfeições, e no fim de todos os dias o único medo real é que eu pareça louca demais pra tu querer do teu lado.

domingo, 22 de março de 2015

Cativar

E se a gente conseguisse cativar todas as pessoas que nos cativam?
Quantos sorrisos a mais seriam sorridos, quantos amores teriam sido vividos, quanta felicidade a mais teríamos tido. E as experiências adquiridas?  E as expectativas não seriam mais combatidas.  Mas quanto valor daríamos para a conquista?  E será que seria uma boa conquista?  E talvez seja melhor não cativarmos quando queremos, e sempre que queremos.  Quanto aprendizado seria perdido? Quanto medo ficaria sem ser combatido. E a coragem não seria necessária. E avaliar melhor ou pior, como seria?
Acho que eu não queria,  mas tanta confusão e bagunça também não sei se é bom.  O quanto as pessoas perdem quando não cativam quem gostariam, o quanto elas não se deixam abater e acomodar?  E tudo isso também não atrapalha o processo seletivo? E eu nem sei se esse alguma vez precisaria ter existido? Quanta contradição pra um mínimo pensamento de domingo...

segunda-feira, 16 de março de 2015

Senso comum

Sabe essas frases senso comum?  "Não chora que não adianta.", "Com o tempo passa. ", " Se não deu certo é porque ainda não acabou. " , " O que tiver que ser será. ", " O futuro a Deus pertence. " PAREM, POR FAVOR PAREM.  Chega de depositar o seu futuro,  a sua dor, ou a sua alegria na mão do acaso. Se der certo o mérito é seu e se der errado a culpa é sua. Dói mais,  eu sei, mas às vezes é necessário que doa, que machuque, que se sinta na pele o quanto a falta de determinação,  de coragem ou de vontade podem te fazer cair. É necessário se olhar no espelho e apontar o dedo para o real culpado de tudo que acontece na sua vida: você.

quarta-feira, 11 de março de 2015

Demais

É que eu te amo demais pra conseguir ser indiferente e tenho medo demais pra conseguir agir decentemente, daí faço um meio termo confuso e de nada me serve.

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Somos imponentes pela postura e pela mente, andamos em passos contentes, mesmo que a incerteza domine, mantemos a fachada da imagem.
Não precisa ser bonito para chamar atenção, a imagem precisa ter personalidade, ser contida de diferenças que te façam pensar no fim do dia, refletir por chamar atenção, têm destaque por querer ser e não por ser.
São passos ritmados,  têm som, sentido e presença,  parecem falar que são indomáveis, que vieram desbravar o mundo,  mas são mudos e vão embora deixando até no silêncio um ensurdecedor barulho. 
Não são muitos de muitos, são muitos de poucos, parecem muitos,  mas são (é) um só.  Completaria um planeta, parece um final de filme.  Como se quando partissem a humanidade acabasse. 
Sabe-se que não, mas em vão, parece ser reflexível qual seria a real importância.  Não que haja, não há,  mas há tanto no não que o vão me parece mais completo que a imensidão.